Please reload

Posts Recentes

3 Motivos Para Investir em Inbound Marketing

October 31, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

O conceito da Cauda Longa aplicado ao Ecommerce na escolha de produtos

October 16, 2019

 

 

“A Cauda Longa” é o nome do livro de Chris Anderson  que, em linhas gerais, descreve o conceito de Mercado de Massa x Mercado de Nicho. Segundo o autor, produtos específicos, para públicos específicos (Mercado de Nicho), quando somados, dão resultado financeiro e de volume de vendas melhor e maior que os produtos mais desejados pelos consumidores – Mercado de Massa. Para ser mais didático e me direcionando a quem está em busca de produtos para vender pela internet (Ecommerce), apresento um exemplo hipotético do conceito:

 

Smartphones (mercado de massa) x Livros Antigos (mercado de nicho).

 

O número de potenciais compradores que buscam por um smartphone nas redes de pesquisa (Google, Bing, Yahoo etc), uma das fontes do estudo de Chris Anderson, é imensamente maior que o número de interessados que procuram por livros antigos. Até aí, nenhuma novidade. Portanto, num primeiro momento, se o empreendedor precisa escolher entre vender smartphones ou livros antigos, a escolha aparentemente obvia é smartphone.  Não, não é! Pelo conceito da Cauda Longa, o contrário pode ser muito mais lucrativo e talvez a única saída para quem não tenha condições financeiras ou não quer montar uma grande estrutura de vendas e assistência técnica para competir com gigantes do setor, já consolidados no mercado. Isso porque, o estudo mostra que a soma do número de compradores que buscam por livros antigos, por discos de vinil, por sapatos e roupas plus size, por artesanato, por produtos customizados, enfim, por produtos do mercado de nicho, superam em faturamento e número os que buscam e compram os produtos do mercado de massa.

 

E aí entram as vantagens que somente, podemos dizer, os “produtos de nicho” são capazes de oferecer:

 

  1. Fidelidade – o cliente que busca por produtos de nicho, quando é bem atendido, tem muito maior chance de se fidelizar àquele fornecedor do que a fornecedores de produtos de massa, onde, normalmente, o preço é o maior diferencial;

  2. Preço – o produto de nicho, por ter menor concorrência, possibilita que o vendedor consiga maior margem de lucro na comercialização do produto e ainda evite a necessidade de promoções constantes para se manter competitivo;

  3. Sazonalidade – normalmente, produtos de nicho, vendem o ano inteiro, não estão tão amarrados em datas comemorativas ou promocionais, como Natal, Dia das Crianças, Dia das Mães, Black Friday etc etc.

  4. Marketing - o direcionamento do marketing é muito mais focado em um público menor, possibilitando maior assertividade e mais engajamento, otimizando o investimento e, consequentemente, melhor resultado no ROI (Retorno sobre Investimento).

 

Apenas como ideia de uma variação possível de um produto de massa que pode se tornar produto de nicho: smartphones usados. É um exemplo de que, com criatividade, boas ideias e aplicação de variáveis, dá para ampliar as possibilidades do que vender na internet.    

 

Portanto, se você empreendedor busca por produtos para dar início à sua operação de vendas no universo digital, pense no “Mercado de Nicho” de Chris Anderson, talvez esteja aí a decisão mais segura que faltava para você começar.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale Conosco

Orçamento sem compromisso

basta preencher o formulário ao lado, informando-nos qual serviço é de seu interesse.

Fale Conosco

Fone/WhatsApp (16) 9.9194 1806

 

e.mail

junior@personalcomunicacao.net.br

Rua Uruguai, 1419 - Franca/SP

Jardim Consolação - CEP 14400-060

CNPJ 15.408.342/0001-12

Desde 2012